4 Carnaval com trilhas e natureza




A Reserva Natural Salto Morato, no Paraná, é uma opção diferente para os tradicionais passeios de carnaval: descanso, tranquilidade e contato com a natureza.


Luiz Guilherme Campos no Salto Morato. Crédito – Arquivo pessoal


Você é daqueles que não gosta muito da folia do carnaval e prefere um passeio mais tranquilo? Então que tal tomar banho em um aquário natural com água cristalina? Gostou? Então você precisa conhecer a Reserva Natural Salto Morato, localizada em Guaraqueçaba (PR), onde poderá explorar trilhas interpretativas, conhecer uma das maiores cachoeiras do Paraná e ainda se refrescar no aquário, ao lado de peixes nativos. Tudo isso no meio do maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do país.

Administrada pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, a reserva é aberta ao público e conta com duas trilhas interpretativas e autoguiadas. A primeira delas, Trilha da Figueira, leva até uma imponente árvore centenária que abriga diversas espécies de plantas e animais. O destaque fica por conta de suas raízes, que formaram um arco sobre um rio local. Já a segunda, Trilha do Salto, termina ao pé do Salto Morato, uma cachoeira com aproximadamente 100 metros de altura. No caminho, o visitante ainda passa por um aquário natural de águas cristalinas onde é possível nadar com os peixes.

De acordo com um dos técnicos ambientais da reserva, Rodolfo Cabral, a expectativa para a visitação no carnaval é bem grande. “Esperamos um aumento significativo na visitação durante os dias de feriado e estamos bem preparados para recebê-los”, explica. Segundo Cabral, a infraestrutura é um diferencial da reserva, que oferece um centro de visitantes, trilhas autoguiadas, sanitários em diversos pontos da reserva, além de lanchonete e espaço para camping.

Uma das pessoas que aproveitou o início do ano para fugir da agitação das praias badaladas e conhecer a reserva pela primeira vez foi o engenheiro mecânico Luiz Guilherme Campos, que viajou com amigos. Ele explica que escolheu a região pela calma que ela oferece no período das festividades. Campos afirma que a experiência foi muito positiva. “Eu gostei bastante da estrutura oferecida ao visitante. A natureza é exuberante e o contato com ela foi muito bom. O salto é maravilhoso e a figueira é incrível”, afirma empolgado. Ao ser questionado se gostaria de voltar, o engenheiro não hesitou: “quero voltar sim; e da próxima vez para acampar!”, conclui.




Camping
A Reserva Natural Salto Morato também possui estrutura de camping, que comporta em média 40 pessoas simultaneamente, contendo duas churrasqueiras, iluminação noturna, pontos de energia elétrica, além de banheiros masculino e feminino com chuveiro quente à disposição dos campistas. Para a utilização do camping, é preciso realizar a reserva antecipadamente, principalmente em períodos de alta visitação, como nos feriados prolongados, nas férias escolares e durante todo o verão. Não há limite de tempo de permanência para quem for acampar na reserva. O valor da diária é de R$ 10 por pessoa. Crianças menores de 10 anos não pagam.

Formas de acesso
Uma opção para se chegar à Reserva é passar por Paranaguá, também no litoral paranaense. Lá, há a possibilidade de pegar uma embarcação até Guaraqueçaba. Nesse passeio por baías e mangues, as belezas do litoral paranaense são reveladas. É possível, ainda, ser surpreendido pela presença de golfinhos, comuns na região. Ao chegar em Guaraqueçaba, é necessário pegar um táxi (que sai em média 100 reais, levando até quatro passageiros) para fazer o traslado de Guaraqueçaba até a Reserva Natural Salto Morato.

Para quem gosta de viajar com tranquilidade e apreciando a paisagem, a estrada é uma boa sugestão, passando por vilas e mirantes, no coração da Mata Atlântica. Diariamente, partem ônibus de Curitiba em direção a Guaraqueçaba, pela Viação Graciosa. O percurso é completado com uma caminhada de 4 km até a Reserva Natural Salto Morato.

De automóvel, a partir de Curitiba o caminho pode ser feito pela BR 277 em direção ao litoral e, no km 29, entrando na PR 408 (Morretes-Antonina), ambas asfaltadas. Outra alternativa é pegar a BR 116, sentido São Paulo, até a Estrada da Graciosa (km 60), com trechos de paralelepípedos. Quem for tanto pela Estrada da Graciosa quanto pela PR 408 deve entrar na PR 340 (Antonina-Cacatu). Um pouco à frente, nessa rodovia, deve-se acessar a PR 405 (Cacatu-Guaraqueçaba). A partir desse ponto são 67 km de estrada de chão. Por todo o trajeto há placas rodoviárias indicando a direção da Reserva e uma placa sinaliza a entrada de Salto Morato.

Aquário Natural – crédito José Paiva


Figueira – crédito Adrian Moss



Serviço:
Reserva Natural Salto Morato
Dias de visitação: de terça a domingo
Horário de atendimento: das 08h30 às 17h30, sendo a última entrada às 16h.
Entrada: R$10. Estudantes com carteirinha pagam meia-entrada e pessoas com mais de 65 anos ou menores de 12 anos não pagam.

Informações: pelos emails morato@fundacaogrupoboticario.org.br e 
ou pelos telefones: (41) 3375-9671 (reserva) e (41) 3318-2636 (sede em Curitiba).



Sobre a Fundação Grupo Boticário: 

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou 1.418 projetos de 481 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país.  Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. 

Na internet: 



Sobre o Grupo Boticário: constituído em 2010, o Grupo Boticário é uma referência internacional no varejo de beleza. Controla quatro unidades de negócio: O Boticário; Eudora; quem disse, berenice?; e The Beauty Box, e é mantenedor da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Está presente em sete países e conta com uma força de trabalho composta por sete mil colaboradores diretos que acreditam que beleza não é o que a gente sonha, imagina ou quer. Beleza é o que a gente faz.





Relacionamento com a Imprensa
Assessora de Comunicação
Maria Luiza Campos (marialuiza@nqm.com.br)
(41) 3254-6077 e (41) 9235-3107






By Keila - colaboradora do blog

4 comentários:

VAN disse...

Que lugar lindo! Perfeito para quem não gosta de pular carnaval e quer descansar.

Beijos

Rosangela S. disse...

Maravilhoso lugar... fiquei com muita vontade de conhecer! bjs!

Adriana LARA disse...

dica maravilhosa, o lugar é lindo!! fiquei com vontade de passear por lá
bjs
tititi da dri

Berço do Mundo disse...

Parece-me uma opção muito agradável para quem quer fugir da folia. Ainda há uns dias recebi aqui na minha cidade, em Portugal, um carioca que fugiu do Carnaval. Só que estamos aqui com muito frio :a
Beijinhos, bom feriado
Ruthia d'O Berço do Mundo
http://bercodomundo.blogspot.pt/

Postar um comentário

Obrigada por visitar o meu blog!
Deixe seu recadinho, sua opnião, sua sugestão,
vai ser um prazer sua participação por aqui!
Beijinhos :*

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

P�gina Anterior Pr�xima P�gina Home
 

Copyright © 2011 Charming Girl! Elaborado por Marta Allegretti
Usando Scripts de Mundo Blogger